• Nathanael Modesto

VASECTOMIA: MITOS E VERDADES


A vasectomia é a cirurgia para esterilização masculina e consiste em ligar e cortar os ductos deferentes, estruturas por onde passam os espermatozoides.

Muitos homens têm duvidas sobre o procedimento e sobre a possibilidade de riscos à saúde. Vou aqui esclarecer alguns mitos e verdades sobre o assunto. Confira:


A cirurgia causa impotência ou redução do desejo sexual ?

MITO ! No procedimento apenas os ductos deferentes são cortados, impedindo a passagem dos espermatozoides. Não há alteração dos vasos sanguíneos, nervos ou hormônios responsáveis pela ereção ou desejo sexual (libido) .


O volume do esperma e o orgasmo são afetados?

MITO ! A vasectomia não interfere de forma relevante no volume do esperma, pois a sua maior parte é composta pelo líquido prostático e seminal. O prazer durante a atividade sexual também não sofre alteração.


A parceira pode engravidar logo após a realização da vasectomia?

VERDADE ! Os espermatozoides que estão à frente da área ligada e seccionada podem ser viáveis e precisam ser eliminados por ejaculações. Após a realização do espermograma de controle e confirmada a ausência de espermatozoides, o paciente é liberado para atividades sexuais sem uso de métodos contraceptivos.


A recuperação pós-operatória é rápida ?

VERDADE ! É possível retornar ao trabalho e às demais atividades cotidianas após 24h.


Vasectomia causa câncer?

MITO ! Apesar de alguns estudos tentarem relacionar a vasectomia ao câncer, principalmente de próstata e testículo, esses fatos nunca foram confirmados. Pelo contrário, centenas de estudos descartam essa possibilidade.

600 visualizações0 comentário